compromisso e responsabilidade

Compromisso e responsabilidade. Essas duas palavras têm grande valor para mim. Desde pequeno fui incentivado a honrar meus compromissos e a ser uma pessoa responsável.

Confesso que nunca parei para pensar no que exatamente significavam essas duas palavras visto que elas sempre fizeram parte da minha rotina. Mesmo na minha juventude, nos momentos de rebeldia, sabia exatamente a falta grave que estava cometendo quando não era responsável e me preocupava com as possíveis conseqüências.

Hoje me preocupa muito o que vejo por ai. Pessoas que buscam emprego e não têm compromisso algum com a empresa. Exigem pagamento, benefícios, horas extras e todos os direitos, mas se recusam a oferecer trabalho em troca. Se dizem conscientes de seus direitos, mas demonstram ignorar totalmente seus deveres.

No segmento de callcenter visualizamos esse mau comportamento profissional com mais facilidade. Jovens, em sua maioria, que querem trabalhar, mas desde que não seja nos finais de semana de sol, desde que não seja no carnaval, desde que não seja no dia da grande festa … desde que … uma lista infinita.

Não pensem que desconheço as variáveis de idade, juventude, gerações X e Y, etc. Pondero tudo e mesmo assim, sinto falta da responsabilidade e do compromisso.

Refletindo e ampliando o tema, lembrei de um documentário exibido na TV sobre a triste realidade dos professores desse país, que são agredidos, em todos os sentidos, por seus alunos e respectivos pais.

E outro problema: os mais novos não têm mais respeito pelos idosos. Não cedem seus assentos, não deixam passar à frente. E para que os mais “cansados” pudessem ter atendimento prioritário, precisamos que um ato de educação e cidadania fosse transformado em lei.

E a roda vai girando. As coisas piorando.

Ser moderno e atualizado não desabilita a necessidade de sermos pontuais. Fazer mil coisas ao mesmo tempo não nos autoriza a sermos desatentos. Ambição não permite falta de ética.

Tenho a crença de que valores e princípios não são negociáveis.

Precisamos, com urgência, mudar esse rumo que tenta ser natural.

Para concluir, faço um pedido a você: observe as pessoas a seu redor. Faça sua avaliação. Suas equipes são responsáveis? Seus gestores honram seus compromissos? Seus filhos entendem as consequências de seus atos? E seus alunos? Professores? E como sua empresa trata seus Clientes?

2 ideias sobre “compromisso e responsabilidade

  1. Trabalhar com a geração X e Y não é fácil mas entender como funciona a cabeça deles é o segredo da ensinar a ter compromissos e responsabilidade.
    Ótimo artigo Cláudio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *