processo seletivo

processo seletivo

 

– Ok, amanhã às 10h estarei aí para o processo seletivo.

Assim termina uma ligação e começa um período de grande apreensão. Como será esse processo, o que eu tenho que fazer, o que eu não posso fazer, como me vestir? E outras tantas frases terminadas com uma interrogação.

Vamos considerar que esse processo seletivo será daqueles com dinâmicas de apresentação, atividades em grupo e que terminará com uma redação.

Vamos então começar pela apresentação? NÃO! Vamos começar por você conhecendo a empresa. Acesse o site deles, entenda um pouco mais das atividades principais, veja quando foi fundada, um pouco de sua missão e valores e sua presença nacional. Utilize um site de busca e cite a empresa. Veja em que tipo de publicações aparecem. Tenha uma visão geral sobre essa corporação. Se possível, passe pela empresa para ver como trabalham (informal ou social, por exemplo) e como são as caras das pessoas que entram e saem de lá.

Próximo passo,  a apresentação. Vamos falar de toda a apresentação, tanto a pessoal, como a que você discursará. Traje uma roupa adequada, prioritariamente limpa e bem passada. Nem todos podem utilizar roupas de grife ou corte adequado, mas todos devem estar com roupas livres de manchas. Cabelos bem penteados. Para os homens, barba feita ou muito bem tratada. Para as mulheres, cuidado com os acessórios. Na dúvida, pratique o “menos é mais”.

Já sabe o que vai dizer? Como se apresentar? Primeiro, com segurança, fala bem articulada e boa postura. Fique de pé. Apesar de parecer mais fácil ficar sentado, além de não ser adequado, dificulta a “saída” da voz. Olhe para todos os presentes (como um ventilador, indo de um lado ao outro) e nos momentos mais importantes, de sua narrativa, foque no responsável pela seleção.

Lembre-se que essa apresentação é sucinta (é apresentação, não entrevista). Fale claramente seu nome, sua idade, seu estado civil, se tem filhos, em que bairro ou região reside, comente onde trabalhou por último (ou trabalha atualmente) e o que fazia, e mencione duas outras empresas anteriores. Termine dizendo o que gosta de fazer nas horas vagas (seu hobby), o motivo pelo qual deseja a vaga e suas competências que o habilitam para ocupar esse cargo.

Ah, já ia me esquecendo. Quando o entrevistador pedir que se apresentem, aproveite a primeira oportunidade possível. Você não precisa ser o primeiro, mas também não seja o último. É desagradável aquelas trocas de olhares de “vai você pois não quero ir agora”. Tenha atitude.

Durante as dinâmicas de grupo, seja natural, espontâneo e participativo. Contribua com suas ideias, apresente seu ponto de vista, interfira no processo e tente unir as diferenças a favor do objetivo proposto. Sugiro não tentar parecer o que não é ou seguir na linha de que tem que falar o tempo todo. Tagarelas são chatos e não contribuem – só fazem barulho.

Na redação, mentalmente organize o que vai escrever. Divida em três blocos: introdução, meio e conclusão. Na introdução, deixe uma prévia do assunto. No meio, desenvolva o assunto e termine concluindo sua linha de raciocínio (em geral, se concorda ou discorda com o tema, e suas razões).

Quando o processo terminar, despeça-se de todos, desejando-lhes sucesso no processo. Agradeça ao responsável pelo processo seletivo e diga que aguardará as próximas etapas.

Avançando no tempo: Se passou, comemore e prepare-se para as próximas etapas. Caso o retorno seja negativo, tente obter um feedback. Conseguindo ou não, reflita sobre sua participação e tente realizar pequenos ajustes para um próximo processo.

Vai lá ! Mostra sua cara (e habilidades) ! Sucesso !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *