OS VENCEDORES TÊM METAS, OS PERDEDORES TÊM DESCULPAS

É clichê, mas é fato. Ainda que meu desejo fosse por coisas mais fáceis, mais simples, não é assim na vida real.

Nada acontece por acaso. Tudo é fruto de planejamento, de esforço, suor e trabalho duro. Sem disciplina e foco, precisaremos das desculpas.

Até tentei buscar sucessos na minha vida que tivessem acontecido sem esforço, mas não consegui. Ao mesmo tempo, achei infinitas desculpas para tudo que não deu certo. Culpei os outros, as situações, o momento, a economia, a situação política do país, a incompetência de uns e outros.

Culpar é fácil e gostoso. É tipo transferir a titularidade de algo ruim para alguém e pronto. Tudo resolvido. Não é mais seu. Mas … isso não traz nada de bom. Não traz resultados e nem alegria duradoura.

Me esforço para colocar metas nas coisas que quero conquistar. É chato pra caramba e bem trabalhoso. Tem que planejar, colocar metas reais e ao mesmo tempo desafiadoras, tem que acompanhar, tem que se dedicar, mas essa é a receita que funciona. Não tem mágica.

A coisa boa é que quando a conquista acontece a sensação é indescritível. Uma ideia de “sou fodão e agora ninguém me segura”. Nessa hora entendemos nosso potencial, nossa capacidade de realização. E essa sensação que precisamos usar como combustível para os próximos desafios.

E vamos que vamos !!!!

6 SITUAÇÕES QUE PODEM ESTAR AFASTANDO VOCÊ DE SEUS SONHOS

blogfoto1

Um rapaz trabalhava como mensageiro numa agência de publicidade. Um dia disse ao seu gerente: “Estou saindo. Vou ser baterista.”
O gerente disse: “Eu não sabia que você tocava bateria.”
Ele respondeu: “Não toco, mas vou tocar.”
Poucos anos depois aquele jovem tocava com Eric Clapton e Jack Bruce numa banda que se chamava Cream, e o nome do jovem era Ginger Baker.
Tornou-se o que queria ser antes de saber que era capaz de fazê-lo.
Ele tinha uma meta.

Essa é uma história real. É a história de uma pessoa que sabia o que queria e não perdeu tempo. Agiu!

Se ele conseguiu e outras pessoas também, por que será que muita gente acha impossível alcançar seus sonhos?

Algumas possibilidades:

1- NÃO CONSEGUE DEFINIR UMA META


Você conseguiria responder rapidamente qual o seu sonho? Ou você pensa em algo e logo começa a listar milhões de problemas?

Acredito que você tenha se identificado com a segunda questão. E isso ocorre por conta de tudo que nos ensinaram e pelas experiências que tivemos na vida. São nossas crenças.

Nessa hora entra em cena o que a Paula Abreu chama de “comitê de merd@“. Começamos a dizer para nós mesmos que estamos velhos demais para aquilo, que era um sonho de infância, que isso era antes de ter filhos, que agora a vida corrida não permite, que não tem mais saúde … e, quanto mais pensarmos, mais problemas surgirão.

Por isso é importante que você pense no que realmente deseja, o que te traz prazer, o que te realiza de verdade. Não pense agora no como conseguir, pense apenas no que quer conseguir.

Reserve alguns instantes para você. Procure algo que te traga um pouco de paz – pode ser um lugar tranquilo, uma boa música ou até mesmo um bom banho. Dedique um tempo para que você encontre essa resposta.

A boa notícia é que você não vai inventar nada pois seu sonho já está lá.

É como uma gaveta cheia de papeis. Seu sonho está debaixo de tudo, lá no fundo. Abra essa gaveta, jogue tudo no chão e vá direto para o papel que está seu sonho. Foque nele. Curta todas as emoções que ele é capaz de te trazer. Reviva a alegria que teve quando idealizou esse sonho.

Aproveite esse reencontro com seu sonho e comece a agir. Você já esperou demais.

2 – O SONHO DOS OUTROS VALE MAIS


blogfoto2

Marcos estudava dia e noite para um disputado concurso público. Sua mãe que trabalhava como doméstica e sempre viveu com limitações financeiras, sonhava para seu filho uma vida de “doutor” trabalhando numa empresa multinacional que havia se instalado na cidade. Todos falavam que a empresa era grande e que pagava bons salários.

A mãe de Marcos queria o melhor para seu filho e, naquele momento, era mais fácil para ela visualizá-lo naquela multinacional do que num cargo público. Ela não conseguia pensar na ideia de vê-lo triste e frustrado se ele não fosse aprovado no concurso após tanto tempo de estudo.

E de tanto sua mãe falar, Marcos que havia estudado inglês quando mais novo e era de fato bom com números, se candidatou a uma vaga na multinacional e foi aprovado. Marcos trabalha lá e até gosta do que faz, mas não é feliz. A mãe de Marcos está realizada.

Conhece alguma história parecida com essa? Muitas vezes as pessoas que nos querem bem, tentando nos proteger, nos afastam de nossos sonhos. Por vezes preferem que eliminemos os riscos de sofrer.

A mãe de Marcos queria sua felicidade e ficaria feliz ao vê-lo realizado num cargo público, mas com sua vida história de vida sofrida, entendeu que era melhor que ele tivesse segurança. Mas e Marcos? Marcos queria realização.

E você? Investirá no seu sonho ou pegará carona no sonho de outra pessoa?

3 – SE CULPA POR DESEJAR ALGO PARA SÍ


blogfoto3a

Quem viaja de avião, pouco antes da decolagem escuta algo como: “Em caso de despressurização, máscaras individuais cairão automaticamente. Passageiros viajando com crianças ou alguém que necessite de ajuda, lembramos que deverão colocar suas máscaras primeiro para em seguida auxiliá-los.”

Tem que ser, não é? Para ajudar uma outra pessoa você precisa estar bem. É necessário que cuide de você para que então cuide de quem está precisando de sua ajuda.

Parece simples quando falamos de cuidados durante o vôo, mas quando falamos dos nossos sonhos costumamos nos imaginar egoístas por pensar primeiro em nós.

“Ora, como posso desejar aprender tocar piano agora, quando meus filhos precisam fazer inglês e natação?”
“Agora preciso cuidar da educação das crianças. Não fiz quando era novo, agora passou.”

É certo isso? E se alterarmos a forma de encarar os fatos, fazendo uma pequena (mas importante) mudança?

“Minha hora é agora. Não vou esperar mais. Meus filhos são jovens e têm muito tempo para se realizarem.”

Faz sentido, não faz!?!? É a hora de colocar a máscara primeiro em você para só então ajudar os filhos e quem precisar de ajuda.

No futuro, quem vai ter mais habilidade de ajudar alguém a se realizar? A pessoa que guardou seu sonho na gaveta e, muitas vezes se anulou, ou aquela que acreditou em seus sonhos e se realizou?

Então, se deseja fazer mais pelos outros, comece fazendo muito mais por você.

4 – QUER A PERFEIÇÃO NO COMEÇO


blogfoto4

Uma música da Blitz, uma banda dos anos 80, dizia: “Comece pela letra A e será feliz.”

Tudo tem um começo e na maioria das vezes, o início é a parte mais complicada. É quando os medos e incertezas ganham mais força em nossos pensamentos. 

Pense agora como é amarrar o cadarço do seu tênis. Fácil, não? Você nem pensa em como fazer isso, simplesmente dá o laço e tudo resolvido. Mas me diga, sempre foi assim? Quando criança acredito que as primeiras vezes tenham sido bem complicadas. E quantas vezes você amarrou e logo depois o laço se desfez? E assim foi. Você praticou, praticou e com o tempo, tudo ficou tranquilo ao ponto de você fazer isso hoje, de modo automático. Você não pensa mais em como fazer a amarração.

Faça uma lista, mentalmente, de tudo que um dia foi difícil e complicado (e por vezes, assustador) e que hoje são rotineiras e completamente simples.

O que todas têm em comum? No começo foi complicado, mas com a prática, aprendendo com os erros, aprendendo com pessoas mais experientes, você conseguiu melhorar.

Perceba que esperar a perfeição para realizar um sonho não faz sentido algum. Não espere ser um doutor em língua portuguesa para começar a escrever seus textos. Não espere ter a melhor câmera fotográfica para clicar a natureza. Faça com o que tem agora, ao seu alcance.

Como nos exemplos acima, ao longo do tempo tudo melhora e você alcançará o que tanto deseja. E quando alcançar, desejará mais e mais.

Evite o erro de tentar aperfeiçoar algo que você nem começou. Conserte enquanto segue em frente.

5 – MEDO DE CONSEGUIR


blogfoto5

Você deseja algo. Sabe que é capaz de batalhar para alcançar aquele objetivo e, de repente, bate aquele medo. É um medo capaz de paralisar você e matar seu sonho.

Quanta gente não sonha com um carro novo, quilometragem zero, cheiro de novo, tudo brilhando no painel? Eles planejam, economizarão e em 2 anos conseguirão adquirir o bem. Contas perfeitas para o carro, seguro e impostos necessários. E logo o medo começa a surgir. Onde estacionar? Agora não se pode mais parar em qualquer lugar na rua. E o que os parentes vão pensar, que está esbanjando dinheiro? Terá que ser o motorista de todos os amigos que não tem carro?

E então, aquele sonho perfeito se desfaz.

A boa notícia é que muitos desses medos não tem sentido algum. Estamos pensando no pior dos piores, tentando prever até a quinta geração de desastres possíveis. É a imaginação em plena ação. E como reverter isso? Refletindo sobre situações parecidas, que você imaginou coisas terríveis e nada aconteceu.

Outro ponto que vale comentar é que tudo na vida tem uma consequência. Exigirá sim um esforço diferenciado, tanto para que você possa conquistar, como para manter.

Assim como quem deseja comprar um carro, precisará fazer economias, quem conquista seu objetivo, precisará se preocupar com estacionamento, revisão mecânica e combustível, por exemplo.

São coisas novas para fazer? Sim. Mas note que estão substituindo outras. Antes ele possivelmente acordava mais cedo, dependia dos horários do transporte público onde ia espremido, não tinha liberdade de mudar trajetos e tantas outras coisas.

O mérito de poder escolher não se baseia em fazer a escolha certa, e sim escolher o que você acredita estar certo. – Ana Carolina

 

6 – DESISTE FACILMENTE


blogfoto6

A pessoa tem um sonho e fica esperando cair do céu. Não mexe uma palha. Não investe tempo algum no planejamento para atingir aquele objetivo.

Quando você quer impressionar numa festa, por exemplo, você investe um bom tempo pensando na roupa que usará, que acessórios comprará, cuidará de barba ou maquiagem e não medirá esforços para ter sucesso, concorda?

Por que será que para seu sonho não funciona da mesma maneira e com a mesma dedicação?

Poderíamos seguir por diversos caminhos, mas quero destacar a importância do planejamento.

Na festa em questão você sabe o dia e a hora que ela vai acontecer e dessa forma você calculou o tempo que tem entre hoje e o evento e sabe o que precisa fazer para que tudo esteja concluído até o grande dia.

Já para o seu sonho, se você não planejar quando pretende realizá-lo, você ficará sem essa referência. Sem esse dado importantíssimo, você não conseguirá se organizar nem priorizar o que precisa ser feito.

Você simplesmente vai tocando a vida, a rotina consome todo o seu tempo e aquele tão desejado sonho fica esquecido no fundo da gaveta.

Pense numa escada. Você está na base e são 15 degraus até chegar ao topo. O que fará para atingir cada degrau? Planeje pequenas etapas e tarefas para facilitar e logo estará no alto da escada.

Nada, mas nada mesmo vai acontecer se você não começar a se movimentar. Planeje detalhadamente o que quer e para quando quer. Veja o intervalo de tempo e estipule o que fará para concretizar seu sonho.

CONCLUSÃO


blogfoto7

Se você tem um sonho engavetado, faça uma parada estratégica para refletir. Busque entender o que está bloqueando suas ações e permita-se essa realização.

Sabemos que não é fácil e nem da noite para o dia. Entendemos que é um processo, que exige planejamento e disciplina, mas que acima de tudo exige que você comece, que dê o primeiro passo.

Vá, mesmo que timidamente e mesmo que devagar no início. Como diria a Dory, personagem do filme Procurando Nemo, “continue a nadar, continue a nadar”.


Se fez sentido para você, compartilhe! Por mais sonhos realizados e por pessoas mais felizes.

 

escolha o melhor caminho

cadaumtemseujeito

Travou? Quer seguir mas não sabe como? Tem ideias mas não as coloca em prática? Tem projetos mas não realiza? 

Será que você não travou tentando seguir um único caminho? 

Muita gente tenta copiar outras pessoas ou seguir por estradas já trilhadas e não se dá conta de que não é a melhor opção para elas. Isso não significa que você tenha que desistir ou que tenha que ficar insistindo em algo que não serve para você.

Existem muitos outros caminhos e opções. Uns mais rápidos, outros mais arriscados, outros mais longos, mas todos levam para o mesmo destino. 

É muito importante que você tenha clareza de onde quer chegar. A partir disso, você verifica quais alternativas estão disponíveis. 

Para simplificar, suponhamos que você está na Zona Norte de uma cidade e decide ir para a Zona Sul. Existem várias opções de transporte e caminhos e claro, cada uma delas oferecerá vantagens e desvantagens. 

Vejamos alguns exemplos:

– se você optar por ir a pé: vai demorar mais, vai cansar bastante, mas se você tem medo de andar de carro ou ônibus, talvez seja a única opção possível.

– se optar por ir de carro próprio: vai ser mais rápido, terá um custo de combustível e estacionamento, mas te dará liberdade de ir e voltar quando entender oportuno.

– se optar por ir de taxi: vai ser rápido e mais caro também, mas se você não dirige e quer ir rapidamente, é uma excelente alternativa.

– se optar por ir de ônibus: vai demorar um pouco mais, vai depender do horário do ônibus e pode estar cheio, mas se você não tem carro e não quer gastar muito, torna-se uma ótima opção.

Percebe que você precisa verificar qual a melhor alternativa para você? O que funciona para uns, pode não funcionar para outros como vimos nos exemplos acima. De que adianta falarmos que o melhor é ir de carro para uma pessoa que não dirige? Ou que valia tem falar que taxi é a melhor opção para quem não tem dinheiro? 

Agora, voltando aos seus objetivos, será que você não está insistindo em ir de carro apesar de não dirigir? Que tal considerar outras opções?

E lembre-se, nada te impede de, mais a frente, escolher outras opções. Amanhã você pode ter o dinheiro para o taxi que você não tem hoje. No futuro pode ter uma nova linha de ônibus, mais vazia, que lhe sirva bem. Algumas coisas surgem, outras você mesmo cria.

Bora rever seu destino e os meios de chegar lá? 

seu momento

cuidado

Qual foi a última vez que você fez algo por você? 

Qual foi o último filme que assistiu? O último livro que leu? O último treinamento que participou? O último tratamento de saúde ou beleza? Qual foi a última vez que parou e realmente descansou e se desligou de tudo? 

Sabe aquele momento que você senta para comer num restaurante que gosta e saboreia aquela refeição com muita alegria? Ou quando senta, escolhe um filme e se delicia com a história e pipoca? Ou quando se permite cuidar do corpo? Ou então quando passeia por um lugar incrível, sem se preocupar com nada, apenas curtindo a paisagem? 

Viajou nos pensamentos? Curtiu essa ideia de pensar um pouco mais em você? 

Então permita-se, busque esses momentos para você. 

É algo como o que a gente escuta das comissárias de bordo nos vôos: “Máscaras de ar cairão automaticamente. Coloque a máscara primeiro em si e depois em quem precisar de ajuda”. Fica claro que você primeiro precisa cuidar de você para só depois auxiliar os outros.

Acaba sendo comum priorizarmos os outros, nos dedicarmos aos que nos cercam para só então cuidarmos de nós, não é mesmo? 

E se você aceitar meu convite para mudar isso? 

Sim, agora você cuidará de você primeiro. É fácil entender que se você estiver bem e feliz, você poderá ajudar mais e contribuirá melhor. E se é assim, por que não experimentar uma mudança como essa? 

Tente!!!! Posso garantir que gostará dos resultados, contudo, se não fizer sentido para você, é só voltar a fazer como sempre fez … 

Por onde vai começar? Qual será seu próximo momento dedicado a você? 

vá mais longe

baloes

Qual seu sonho? Se tempo ou dinheiro não importassem, qual seria sua resposta? O que realmente gostaria de fazer?

Fazendo o que você faz hoje, com a falta de tempo e a correria do dia-a-dia, quais são suas chances de realizar seu sonho? Acredito que agora você tenha suspirado e pensado algo como: “só se eu ganhar na loteria”. Você pode estar certo, afinal, se tudo continuar como está, as chances de você permanecer onde está agora, é muito grande.

Agora, se você começar a focar no que deseja, transformando seus sonhos em objetivos, suas possibilidades se ampliam. Fatie seu sonho. Divida em partes menores e coloque data, hora e pense como será esse momento, os sons, as pessoas envolvidas, visualizando o máximo de detalhes possíveis.

Para ilustrar, veja: Ler 8 livros em 2 meses pode parecer assustador, mas e se pensarmos em 1 livro por semana? Parece melhor? E se pensarmos em 40 páginas por dia? Melhor, não é mesmo? Agora imagine-se onde fará essa leitura, que período do dia será, onde estará, como estará. Torne isso o mais real possível em sua mente e no dia e hora programados, comece a cumprir o planejado e em 2 meses seus 8 livros estarão lidos.

Faça sua lista, organize seus projetos, estabeleça metas e, acima de tudo, cumpra-as. Se tropeçou em alguma meta, ok, não desista, continue de onde parou.